170 pessoas são retiradas de casa em Nova Lima por risco de barragem ceder



Segundo os bombeiros, o plano de emergência prevê retirada de moradores de 49 casas. As edificações ficam no distrito de São Sebastião das Águas Claras, conhecido como Macacos, a 25 quilômetros de Belo Horizonte. Atualmente, a barragem está no nível 2, que determina a saída das pessoas. A sirene soou por volta das 20h20.

Em nota, a Vale  informou que “a decisão é uma medida preventiva e se dá após a revisão dos dados dos relatórios de análise de empresas especializadas contratadas para assessorar a Vale. Cabe ressaltar que a estrutura está inativa e essa iniciativa tem caráter preventivo”. As pessoas que precisaram ser evacuadas serão acomodadas em hotéis da região.

Risco e tragédia

Na semana passada, 500 moradores da cidade mineira de Barão de Cocais, localizada a cerca de 80 quilômetros da capital Belo Horizonte, foram retiradas de suas casas. Segundo a a prefeitura, há risco que a barragem Sul Superior da mina Gongo Soco, operada pela Vale se rompa. 

No dia 25 de janeiro, o rompimento da barragem da mineradora Vale, na Mina do Feijão, causou a morte de 166 pessoas. Segundo a Defesa Civil, 144 pessoas continuam desaparecidas. 

Em novembro de 2016, o rompimento de uma barragem na mina do Fundão, em Mariana, deixou 19 mortos.



Fonte: Veja