conheça as novas regras de visitação 2019

Machu Picchu novas regras 2019


Na virada do ano, Machu Picchu ganhou novas regras de visitação.

Machu Picchu: novas regras 2019

Clique para ver os detalhes de cada novidade:

Os ingressos agora têm hora marcada

Desde 1º de janeiro de 2019, os ingressos para Machu Picchu são vendidos com hora específica de entrada. São 9 horários diários.

Machu Picchu: 9 horários para entrar

Machu Picchu novas regras 2019

  • Entradas a partir das 6h, 7h, 8h, 9h, 10h, 11h, 12, 13h e 14h

Não adianta chegar antes da hora — o acesso só é permitido a partir do horário marcado no ingresso.

Se você quer visitar o parque na primeira hora, compre com a maior antecedência possível. Atualmente dá para comprar ingressos com 6 meses de antecedência.

Os ônibus agora também têm horário marcado?

Embarque a Machu PIcchu

Eu pensava que teriam — seria o mais lógico. Mas não. As passagens de ônibus (que custam 24 dólares, incluindo a volta) continuam sem especificar o horário da viagem.

Mas com a distribuição dos visitantes em vários horários, espera-se que as filas para o ônibus diminuam. Agora só vai de madrugada para a fila quem tiver comprado ingresso para as 6 da manhã (o primeiro ônibus sai às 5h30, e o percurso entre Aguas Calientes e Machu Picchu leva 25 minutos).

Se você comprou ingresso para outro horário, vá para a fila do ônibus 60 minutos antes da hora marcada, e você com certeza entrará no parque dentro do seu intervalo.

Limite de 4 horas para a visita

Machu Picchu novas regras 2019

A partir de agora, o visitante tem 4 horas para completar seu circuito. Ao entrar no parque, um adesivo colorido será colado no ingresso — a cor indica o horário em que deve sair do parque.

O circuito mais longo (o circuito 1) tem duração estimada de 3 horas, então não há problema com essa limitação.

(O circuito 2, um pouco menos completo, leva 2 horas e meia. O circuito 3, indicado para quem tem dificuldade de locomoção, leva 2 horas.)

Para quem vai combinar a cidadela com uma trilha de montanha, o tempo-limite é maior — veja no próximo tópico.

Novos horários para as trilhas às montanhas

É possível combinar a visita à cidadela de Machu Picchu com duas trilhas a montanhas dentro do território do sítio arqueológico (apenas uma a cada visita).

São três horários para iniciar a trilha da Montanha Huayna Picchu, e dois horários para iniciar a trilha da Montanha Machu Picchu.

A cada horário de trilha corresponde um horário de entrada na cidadela. O ingresso é combinado.

Machu Picchu com Montanha Huayna Picchu

Machu PIcchu novas regras 2019

    • Entrada no parque a partir das 6h; início da trilha entre 7h e 8h
    • Entrada no parque a partir das 7h; início da trilha entre 7h e 8h
      • Permanência máxima: 7 horas (4 horas na trilha, 3 horas na cidadela)
    • Entrada no parque a partir das 8h; início da trilha entre 10h30 e 11h30
      • Permanência máxima: 6 horas (3 horas na trilha, 3 horas na cidadela)
Machu Picchu com Montanha Machu Picchu

Machu Picchu novas regras 2019

      • Entrada no parque entre 6h e 7h; início da trilha entre 7h e 8h
      • Entrada no parque entre 7h e 8h; início da trilha entre 7h e 8h
      • Entrada no parque entre 8h e 9h; início da trilha entre 9h e 10h
        • Permanência máxima: 8 horas (5 horas na trilha, 3 horas na cidadela)

Proibição do reingresso ao fim do circuito

Entrada a Machu Picchu
Antigamente era possível retornar duas vezes no mesmo dia (dava para usar essa facilidade para ir ao banheiro e até almoçar). Em julho de 2017, novas regras passaram a proibir o reingresso. Na prática, porém, os controladores da entrada continuaram permitindo um reingresso por pessoa (dava para fazer o circuito inteiro com o guia, depois voltar para a parte mais alta por conta própria, para contemplar na paz).

Acabou: agora, quando você termina o circuito, tem que sair do parque. Para voltar, terá que ter um outro ingresso, válido para entrada naquele horário.

Obrigatoriedade de guia

Desde julho de 2017, as regras estabelecem que não é permitido entrar no parque sem um guia. Na prática, porém (de novo), quem queria entrar de maneira avulsa estava conseguindo.

As novas regras de 2019 voltam a proibir a entrada sem guia — pelo menos na primeira visita. Se você comprar um segundo ingresso para uma nova visita na mesma viagem, e mostrar esse ingresso, pode fazer a segunda visita sem guia.

É fácil contratar guia. Os guias ficam posicionados junto à porta de entrada e cobram entre 120 e 150 soles para guiar grupos de até 4 pessoas. Você não terá dificuldade em se encaixar num grupo.

Leia mais:

Lua de mel dicas Peru



Fonte: viajenaviagem