Extra encerra contrato com empresa de segurança


Após jovem morrer em unidade do supermercado

Por
Da Redação

access_time

19 fev 2019, 19h06 – Publicado em 19 fev 2019, 19h05

O Extra informou nesta terça (19) que vai encerrar o contrato com a empresa de segurança privada Groupe Protection.

Na última quinta (14), o segurança Davi Amâncio, funcionário da Groupe Protection, matou o jovem Pedro Gonzaga, de 19 anos, após imobilizá-lo na unidade do hipermercado Extra da Barra da Tijuca, no Rio. 

Veja a nota que a rede divulgará em instantes:

O Extra informa que rescindiu o contrato com a prestadora de serviços de segurança na data de hoje, independentemente da conclusão do processo de investigação.

A empresa tem total interesse na apuração integral dos fatos e está colaborando plenamente com as investigações, pautando-se pelos princípios da lealdade e busca total da verdade.

O Extra reitera que se solidariza com os familiares de Pedro Henrique de Oliveira Gonzaga, já estando inclusive à disposição para um contato no tempo que considerarem adequado.





Fonte: Veja