Heineken ativará final da Champions com megaevento e “SuperTV” · Notícia · Máquina do Esporte


Pelo segundo ano consecutivo, a Heineken fará um megaevento para ativar o patrocínio da marca à Liga dos Campeões no dia da final da temporada. Batizado de “A Final Imperdível”, o evento será realizado no Ginásio do Pacaembu, em São Paulo, e contará com a maior televisão já produzida para a transmissão de uma partida oficial do torneio.

De acordo com a marca, a ativação contará também com um grande show no intervalo, muitos efeitos especiais e as presenças da Orquestra Jabaquara (intervalo) e Tropkillaz e De Polainas (pós-jogo). Em 2018, a Heineken ativou o patrocínio à Liga dos Campeões levando justamente uma orquestra para o evento “The Grand Finale”, realizado no prédio da Bienal, no Ibirapuera, também na capital paulista.

Idealizada em parceria com as agências Publicis e Grupo TV1, “A Final Imperdível” ainda terá um cardápio variado e assinado pelos restaurantes Casa do Porco, do chef Jefferson Rueda, e Bar Veríssimo, de Marcos Livi. A “SuperTV”, além de ser a maior de alta definição já produzida para uma final do torneio, ainda apresenta visuais imersivos e promoverá interações com o público antes, durante e depois da partida.

Foto: Divulgação / Heineken

“A campanha da Uefa Champions League este ano mostra que todos os momentos do campeonato são imperdíveis. A partir desta ‘fresh perspective’, tivemos a inspiração para este evento. Neste dia, dentro do Ginásio do Pacaembu, iremos garantir que os fãs de futebol tenham uma experiência inesquecível e não percam nenhum lance da partida entre Liverpool e Tottenham”, revelou Remco Schouten, gerente da marca Heineken.

Os valores e as datas de venda dos ingressos serão divulgados em breve. A Heineken espera receber cerca de 1.800 pessoas no evento, que está previsto para começar às 14h.

A final da temporada 2018/2019 da Liga dos Campeões será disputada no dia 1º de junho, no Estádio Wanda Metropolitano, em Madri, às 16h (horário de Brasília). Liverpool e Tottenham farão um clássico inglês que valerá o principal título europeu do ano a um dos dois.



Fonte: Maquina do Esporte