Jair Bolsonaro decide o que vai fazer com o senador Magno Malta e rebate críticas de Silas Malafaia – Gospel Planet


O presidente Jair Messias Bolsonaro na última sexta-feira (30), durante uma visita ao santuário da Canção Nova, no interior de São Paulo, se posicionou sobre como irá ficar a situação do senador Magno Malta (PR). O nome do parlamentar havia sido cogitado para o Ministério da Cidadania, no entanto o cargo ficou com médico Osmar Terra.

+ Pastora evangélica é convidada por Bolsonaro para ser ministra dos Direitos Humanos

Em suas palavras, Bolsonaro declarou que Malta não ficará de fora do seu governo, porém ele não tomará conta de nenhum ministério.

Sem revelar qual seria a função do senador em seu governo, Jair explicou: “O Magno Malta é uma pessoa que me ajudou muito, que eu respeito. Não vai ficar abandonado, ele tem como participar do governo em outra função”.

+ Nome indicado por Jair Bolsonaro para chefiar a Advocacia Geral da União é um pastor presbiteriano

Para minimizar as críticas recebidas do pastor Silas Malafaia nos últimos dias, Bolsonaro disse: “Existe campo para ele, sim. Mas, infelizmente, os ministérios estão se esgotando”. O site de notícias O Fuxico Gospel divulgou quais foram os motivos do líder religioso ter criticado o presidente.

Ao concluir sua fala, o capitão Bolsonaro falou que não fez campanha prometendo cargos para ninguém: “Não fiz campanha prometendo absolutamente nada para ninguém, pretendemos aproveitar as boas pessoas, agora não podemos dar ministério para todo mundo”.

+ Saiba qual a denominação que tem metade da bancada evangélica no Congresso Nacional

O presidente ainda afirmou que suas decisões são tomadas com base no currículo dos indicados, como ele vem falando desde a campanha. Faltam apenas duas pastas para fechar as vagas dos ministérios, do Meio Ambiente e dos Direitos Humanos.

Jogo do Whatsapp assusta cidade inteira e prefeito decreta toque de recolher

Pajarito, Colômbia – Imagem Ilustrativa (Reprodução Internet)

Uma nova brincadeira no Whatsapp está causando transtorno na vida de mais dois mil habitantes da cidade de Pajarito, interior da Colômbia.

Segundo notícia publicada pelo jornal argentino Clarín, um jogo que está sendo compartilhado em alguns grupos no Whatsapp é o responsável por invocar suposto “espírito maligno”, que estaria causando comportamentos estranhos em adolescentes e jovens da cidade.

+ Filha de apóstolo famoso se casa depois de três anos de namoro sem se beijarem

Em nota, a prefeitura de Pajarito proibiu por tempo indeterminado uso do aplicativo de transferência de mensagens e informou que haveria toque de recolher, como se fosse uma tentativa para proteger a vida dos jovens menores de 17 anos.

Alguns acontecimentos estranhos foram registrados, como algumas ameaças de saltar de pontes, desmaios, lacerações, e até tentativas de suicídio por parte dos menores.

+ Caio Fábio desabafa e ataca bispo Edir Macedo: “O povo gosta de mer#?”

O prefeito Inocencio Pérez Castro informou para a mídia local que as atitudes dos jovens fizeram ele tomar essa decisão, de proibir o uso do aplicativo de troca de mensagens, além da restrição de circulação dos mesmos durante a noite.

“Alguns jovens disseram que iam cometer suicídio, falaram incoerentemente que ‘a hora tinha chegado’ e que iam pular de uma ponte”, Inocencio declarou assustado. Ele ainda explicou que os envolvidos estavam reunidos em grupo no Whatsapp cujo objetivo seria completar uma série de desafios correspondentes ao jogo “18-Point Star”.

+ Pastora evangélica é convidada por Bolsonaro para ser ministra dos Direitos Humanos

Um dos desafios que supostamente foi indicado para os participantes do jogo para ser realizado seria o de jogar Tabuleiro Ouija, o que o liga com a presença dos “espíritos malignos”.

Segundo as autoridades, o prefeito decretou o toque de recolher por já ter acontecido atentados  com cerca de 14 adolescentes.

“Para proteger a vida e a integridade de crianças e adolescentes de Pajarito, eles não serão autorizados a estar no espaço público e/ou estabelecimentos comerciais do município sem a companhia de seus pais ou pessoa responsável”, declarou.

+ Cantora gospel com câncer surpreende ao anunciar que terá alta nos próximos dias

Tanto as autoridades quanto a polícia da cidade colombiana não forneceram mais detalhes sobre como o jogo se originou por meio do Whatsapp, ainda estão em processo de investigação.





Fonte: Gospel Planet