Três endereços para comer lambreta em Salvador


Os bares selecionados integram a revista VEJA COMER & BEBER SALVADOR 2018/2019

Por
Ana Geisa Lima, Camila Botto, Joana Maltez, Maiana Brito e Marília Simões

access_time

29 nov 2018, 12h42

Don Papito

De frente para o mar, com clima informal e perfeito para o pós-praia, o bar é conhecido pela qualidade de suas lambretas. O cardápio sugere o marisco em quatro versões: tradicional (R$ 26,00), cozida no vapor com azeite de oliva e cebola; marinera; gratinada e baiana. Há ainda outros pratos com frutos do mar que também merecem destaque, caso do polvo na chapa com batatas e alho em lascas (R$ 105,00, para duas pessoas). As roskas com frutas da época, como cajá, umbu ou seriguela, custam R$ 13,75 cada uma. Rua Curimaia, quadra 6, lote 6, Piatã, ☎ 3367-0104 (120 lugares). 17h/0h (sáb. 12h/20h; dom. 12h/19h; fecha seg. e ter.). Aberto em 1974.

Koisa Nossa

Quando o salão fica lotado, a clientela dá de ombros e se acomoda em mesas colocadas na calçada. Tanto sucesso se deve às lambretas, sugeridas no cardápio em diferentes versões. A tradicional (R$ 23,90 a dúzia) com azeite e cebola, e a gratinada ao forno (R$ 28,90 a dúzia) são as que têm mais saída. Mas o cardápio não se resume aos moluscos: há 23 sabores de pastel, como o ostentoso de frutos do mar a R$ 25,00 a unidade. A cerveja Devassa de 600 mililitros custa R$ 8,50. Travessa Engenheiro Allioni, 1, Mouraria, ☎ 3321-8375 (100 lugares), 17h/0h (sáb. 12h/0h; dom. 12h/19h; fecha seg.). Aberto em 2007.

Lambreta.com

No cardápio, quase só se fala de lambretas. Vindos da cidade de Valença, a 120 quilômetros de Salvador, os moluscos chegam à mesa em diferentes receitas — da tradicional (R$ 22,00 a dúzia), cozida no vapor com temperos baianos, ao pirão de lambreta (R$ 24,00), que satisfaz até duas pessoas. A versão gratinada (R$ 28,00, para duas pessoas), com creme de leite e manteiga, é servida com pão. Peça uma roska de tangerina (R$ 15,90) para acompanhar. Travessa Engenheiro Allioni, 5, Mouraria, ☎ 3321- 8375 (400 lugares), 17h/0h (sáb. a partir das 12h; dom. 12h/19h). Aberto em 2007.



Fonte: Veja